domingo, maio 21, 2006

 

Custos das existências (IV)


O custo total anual (CT) é a soma do valor do consumo, Cc, custo de aprovisionamento, Ca, e custo de posse, Cp, anuais. Se, durante um ano, se encomendaram 100 lotes (N) de 200 kg (Q) cada, a um preço médio unitário de 50 UM (C), que os custos variáveis da secção de compras totalizaram 2 500 UM e a a taxa de posse das existências é de 19,5% por UM do custo do produto encomendado e por ano, então:

Cc = 100 × 200 × 50 = 1 milhão UM

S = 2 500 / 100 = 25 UM

Ca = 25 × 100 = 2 500 UM

Cp = 0,195 × 50 × 200 / 2 = 975 UM

CT = Cc + Ca + Cp = 1 000 000 + 2 500 + 975 = 1 003 475 UM

Portanto, como já foi visto (EOQ):

CT = D C + S D / Q + T C Q / 2 (UM / ano)

A representação gráfica de CT será uma curva do tipo da representada na Figura 1.


Figura 1. Custo total anual, CT


O mínimo custo total corresponde ao lote económico ou quantidade económica de encomenda, e nesse ponto, como já se referiu (EOQ) o custo de encomenda anual coincide com o custo de posse anual.

A curva do CT tem a forma de uma hipérbole, o que significa que quando nos afastamos do valor da quantidade económica de encomenda, o custo total, embora seja sempre maior, aumenta mais acentuadamente quando nos afastamos para quantidades inferiores do que para quantidades superiores àquele valor.

Esta conclusão é importante porque pode contribuir para a decisão do gestor dos stocks, quando se tem de desviar da aquisição da EOQ. Tal pode acontecer, por exemplo, se este lote for tão diminuto que obrigue o fornecedor a fazer um grande número de entregas ao longo do ano, o que pode desinteressá-lo dessa venda. Se interessar manter esse fornecimento, pode-se comprar uma quantidade maior do que a EOQ e avaliar o acréscimo do CT. Ponderando esse resultado, pode-se, então, tomar a decisão mais conveniente.

REIS, Lopes dos - Manual da Gestão de Stocks: Teoria e Prática . Barcarena, Editorial Presença, 2005.

REIS, Lopes dos; PAULINO, António - Gestão de Stocks e Compras. Lisboa, Editora Internacional, 1994.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?