quinta-feira, maio 18, 2006

 

Indicadores de utilização de recursos: equipamentos (II)


Disponibilidade

= Tempo de funcionamento / Tempo total
= Tempo de funcionamento / ( Tempo de funcionamento + Tempo parado)
= Fiabilidade / (Fiabilidade + Manutenção)
= Tempo médio entre falhas, h / (Tempo médio entre falhas + Tempo médio de reparação, h)
[proporção]

Muitas vezes, o custo mais importante é um custo de mão de obra – o operador. O custo de manutenção também é principalmente um custo de mão de obra. Então a solução é manter o operador ocupado, isto é, maximizar a disponibilidade e minimizar o custo de manutenção. Isto é conseguido com equipamento fiável (poucas avarias ou elevado tempo médio entre falhas) e com equipamento reparável (reparações rápidas ou baixo tempo médio de reparações). A manutabilidade, medida como o tempo médio de reparação, geralmente exclui a manutenção fora das horas de produção. A disponibilidade pode não ser a reparação rápida de um veículo que avaria. Muitas empresas mantêm veículos sobresselentes (mais máquinas que homens). Outras arrendam ou alugam, por um curto período de tempo, de um fabricante, enquanto a unidade avariada é reparada.

Apesar de muitas empresas terem registos de manutenção elaborados, muitas não os têm: é difícil e dispendioso manter registos correctos. Se existem registos de manutenção, devem fazer-se por veículo e não só globalmente. Uma decisão chave é equipar cada veículo com um tacógrafo. As leituras dos tacógrafos são melhores indicadores de quando substituirdo que os meses do calendário.


Flexibilidade da linha de produção

= Número de máquinas ou postos de trabalho executando operações na peça em consideração, planeadas de maneira a poderem ser deslocadas, para um novo local na mesma linha de produção, num turno de trabalho / Número total de máquinas ou postos de trabalho a efectuarem operações na peça em consideração, na linha de produção
[proporção]

Este índice é usado satisfatoriamente como uma medida da flexibilidade das máquinas de uma linha de produção em relação ao fluxo da peça. Uma máquina é um aparelho não portátil com uma fonte de energia separada ou individual. Um posto de trabalho é a área coberta pelas ferramentas, equipamento, máquinas e materiais em curso de fabrico necessários para o desempenho de uma dada operação.


Flexibilidade do posto de trabalho

= Número de máquinas ou postos de trabalho na área em consideração, projectadas de maneira a poderem ser deslocadas, para qualquer outro local, num turno de trabalho / Número total de máquinas ou postos de trabalho na área em consideração[percentagem]

Este índice é uma medida útil da disposição das máquinas e postos de trabalho em termos da utilização de homens e máquinas.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?