sábado, maio 27, 2006

 

Stocks de segurança (I)


O valor do custo de ruptura pode ser calculado

Num hipermercado, o custo unitário, C1, de um artigo é de 30 UM, com uma margem de 10 UM. A média diária de vendas é de 3 unidades e, quando há ruptura, as vendas que não são realizadas durante 3 dias representam, portanto, um prejuízo de 90 UM. Existe também um prejuízo adicional de 45 UM devido a uma encomenda especial. O custo de posse, T, é de 15% por UM do custo unitário do produto encomendado e por ano. A periocidade económica de encomenda é mensal, P = 1, e o tempo de aprovisionamento, L, é praticamente nulo. Na Tabela 1 encontram-se os valores das vendas mensais durante quatro anos.


Tabela 1. Valores das vendas mensais durante quatro anos

MêsJFMAMJJASOND
Ano

Ano I11040100509015050801101607070
Ano II608090608011090708019010090
Ano III1101201005012080407014010050130
Ano IV7090709060809010012011013060



Custo unitário da ruptura = R = 90 + 45 = 135 UM

Taxa de posse anual = T = 15 % = 0,15

Periocidade económica de encomenda = P = 1 mês

Tempo de aprovisionamento = L = 0

Stock de segurança = s

Custo anual provável de ruptura do stock = Z1 = (12 / P) R F(s) = 1620 F(s) UM

onde F(s) é a probabilidade da procura real exceder a média, durante o período L + P, em mais de s unidades, isto é, haver uma ruptura de stock. A Tabela 2 mostra como se podem calcular os valores de Z1 = 1620 F(s), para vários valores de s.


Tabela 2. Cálculo dos custos anuais provaveis de ruptura do stock, Z1

Vendas mensaisFrequênciasFrequências acumuladasFrequências acumuladasDesvios s das vendas em relação à média 90Z1

--- (%) ---(UM)
190112,110034
160124,17066,5
150136,360102
140148,350134
1302612,540202,5
1203918,730303
11051429,220473
10051939,510640
9072654,00875



Custo anual de posse do stock de segurança, s, é dado por

Z2 = T C1 s = 4,5 s UM

Conhecendo-se os valores de Z1 e Z2 em função de s, é possivel traçar o gráfico da Figura 1, no qual se verifica que os custos anuais, Z1 + Z2 têm um valor mínimo para s = 50 unidades. Esta quantidade para o stock de segurança implica um risco de ruptura do stock de 8,3%, por mês, ou seja, o hipermercado tem um risco de ruptura de 0,083 × 12 = 0,996 ≈ 1 ruptura por ano.


Figura 1. Custos anuais Z1, Z2 e Z1 + Z2 em função de s


RAMBAUX, A. – Gestão Económica dos «Stocks», 2.ª ed. Lisboa, Pórtico, s.d.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?