sábado, maio 27, 2006

 

Systematic Layout Planning


A Figura 1 mostra um resumo de um projecto realizado segundo o Systematic Layout Planning (SLP). A Fase I corresponde à determinação da localização da área a ser utilizada, que poderá estar na parte norte do edifício da fábrica (X), ao longo do lado sul (Y) ou num edifício novo (Z).


Figura 1 - Exemplo esquemático e condensado do SLP
(carregar com o cursor na figura para ver em tamanho grande)


Antes de tomar qualquer decisão sobre uma das três alternativas, o projectista deve ter uma ideia aproximada de como as novas instalações ficariam em cada um desses locais. Ou seja, durante a fase de localização, os seus estudos penetram nos domínios da Fase II.

Na Fase II, o projectista deve ter em mãos todo o conjunto de informações básicas, provavelmente já obtidas na fase anterior mas sem o grau de detalhe agora necessário. A figura mostra alguns dados utilizados na Fase II: projecto do produto, previsão das vendas, análise da composição dos produtos, listas dos equipamentos, listas das operações, previsão de futuras mudanças nos produtos e uma lista dos serviços necessários.

Na posse desses dados, o projectista faz a análise do fluxo de materiais e estabelece as inter-relações de serviços que, combinados, fornecem o diagrama de fluxos e/ou inter-relações.

O próximo passo é a determinação das necessidades de espaço que, balanceados em relação à disponibilidade de espaço e integrados no diagrama anterior, possibilitam a construção do diagrama de inter-relações de espaços. Neste ponto, a partir das considerações de mudança e das limitações práticas, passa-se ao ajuste do diagrama de inter-relações de espaços. Esses ajustes levam a várias configurações de blocos alternativas, que devem ser avaliadas segundo custos e factores intangíveis a fim de se chegar a uma configuração geral.

Durante a Fase III, cada área definida na fase anterior é tratada segundo o mesmo modelo de procedimentos. Nesta altura, a localização já deve ter sido seleccionada e o projectista pode proceder à configuração detalhada com conhecimento sobre factores de construção, localização de colunas, posicionamento de corredores principais e disposição dos serviços.

A partir da aprovação da configuração detalhada de cada área, o projecto passa à fase de implantação.


MUTHER, Richard – Planejamento do Layout: Sistema SLP. São Paulo, Edgar Blücher, 1978.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?